Notícias

12/07/2017

Governador anuncia investimentos na produção audiovisual do Paraná

O governador Beto Richa anunciou nesta terça-feira (11) a liberação de R$ 2,2 milhões dos orçamentos da Secretaria de Estado da Cultura e da Rádio e Televisão Educativa do Paraná (É-Paraná) para investimento na produção de audiovisual no Paraná. Do total, R$ 1,5 milhão é recurso da pasta da Cultura; e R$ 750 mil da emissora. O valor é destinado para a participação do Estado na chamada pública da Agência Nacional do Cinema (Ancine).

A solenidade aconteceu no Palácio Iguaçu, em Curitiba, e contou com a presença do secretário estadual da Cultura, João Luiz Fiani; e do presidente da É-Paraná, Sergio Kobayashi.

Richa ressaltou que o valor investido pelo Estado irá atrair um aporte financeiro de R$ 12,2 milhões da Ancine, que busca expandir a oferta de conteúdos plurais e diversificados. “São recursos importantes para o acesso democrático de todos os paranaenses à cultura do Estado”, disse.

Do recurso disponibilizado pela Secretaria da Cultura, a Ancine dará como contrapartida R$ 2,2 milhões. O total de R$ 3,7 milhões será investido no financiamento de produções independentes de curta-metragens, telefilmes e longa-metragens nos gêneros de ficção, documentário e animação.

De acordo com João Luiz Fiani, com este projeto todas as áreas da cultura passam a contar com financiamentos do Governo do Estado. “A produção audiovisual carecia de financiamento e agora o setor recebe o respeito do Governo do Estado. Vamos conseguir fortalecer as produções paranaenses”, declarou.

Ainda não há data para lançamento do edital, mas segundo o secretário ele será discutido com as entidades representativas de classe, sendo destinado a empresas produtoras independentes de audiovisual paranaenses.

RTVE
A É-Paraná receberá da Ancine R$ 10 milhões, por meio da linha de financiamento Prodav 2, e será empregado para financiamento de programas criados exclusivamente para veiculação na grade da emissora. “As produtoras paranaenses serão fortalecidas, pois terão recursos para suas criações, a TV consegue incrementar a grade de programação e o telespectador conhece o que é produzido aqui”, afirmou a diretora de Rádio e Televisão da É-Paraná, Michele Tomita. O foco dos projetos será a programação infanto-juvenil, acrescentou.

PROFICE
O Paraná já conta com programa próprio de incentivo à cultura, Profice. Neste biênio (2016 e 201) o Governo do Estado liberou R$ 25 milhões para financiar produções de artistas paranaenses. Para 2018 e 2019 o Governo do Estado vai destinar R$ 30 milhões, via renúncia fiscal, para projetos culturais.

Fonte: AEN

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.