Biblioteca

04/12/2017

Prêmio Paraná de Literatura 2017 anuncia vencedores

Setenta (Henrique Schneider), Tempo de dentro (Sônia Barros) e A bandeira de Cuba (Marcelo Degrazia) foram escolhidos entre as mais de 2 mil obras inscritas

Henrique Scneider, Marcelo Degrazia e Sônia BairrosA Biblioteca Pública do Paraná (BPP) divulgou hoje (4) os títulos dos livros vencedores do Prêmio Paraná de Literatura 2017. Em sua quarta edição, o concurso da Secretaria da Cultura do Estado selecionou obras inéditas, de autores de todo o país, em três categorias que homenageiam figuras importantes da literatura paranaense. O júri apontou Setenta, de Henrique Schneider (RS), como o melhor romance (prêmio Manoel Carlos Karam). A bandeira de Cuba, de Marcelo Degrazia, (RS) venceu a categoria contos (prêmio Newton Sampaio). E Tempo de dentro, de Sônia Barros (SP), foi o destaque entre as obras de poesia (prêmio Helena Kolody).

Cada autor receberá R$ 30 mil e terá sua obra publicada pela Biblioteca Pública, com tiragem de mil exemplares. A entrega oficial dos prêmios e o lançamento dos livros acontecem no primeiro semestre de 2018, em um evento na BPP. Neste ano, a comissão julgadora, formada por nove membros, avaliou 2.180 trabalhos inscritos gratuitamente pela internet entre junho e agosto. Heloisa Jahn, Livia Deorsola e Luís Bueno foram os jurados da categoria romance. Marcelino Freire, Maria Amélia Mello e Aurora Bernardini escolheram o melhor livro de contos. Italo Moriconi, Marcelo Sandmann e Sérgio Alcides analisaram as obras de poesia. A comissão foi presidida por Rogério Pereira, diretor da Biblioteca.

Pereira destaca o expressivo número de concorrentes nesta primeira edição com inscrições online. “Depois de se consolidar como um dos concursos literários mais democráticos e acessíveis do Brasil, o Prêmio Paraná agora se firma como um dos maiores também”, afirma. Para ele, o concurso da BPP estreita o diálogo cultural do Paraná com os outros estados do país e fortalece a literatura brasileira como um todo. “Na contramão da crise, a Biblioteca Pública investe no estímulo à produção e, consequentemente, coloca o Paraná como um dos protagonistas deste excelente momento literário do Brasil”, diz.

Fonte: BPP

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.