• Twitter Cultura Paraná
  • Facebook
  • RSS
  • Tumblr
  • Instagram
 

Biblioteca

17/03/2017

Biblioteca Pública do Paraná inaugura primeira etapa de sua reforma

BPP inaugura primeira etapa de sua reformaO governador Beto Richa entregou, nesta quinta-feira (16), a primeira etapa das obras de modernização da Biblioteca Pública do Paraná, que completou 160 anos no dia 7 de março. O projeto, concebido pelo arquiteto Manoel Coelho e viabilizado com recursos do Instituto Renault, inclui a revitalização do auditório, hall do segundo andar, banheiros, a seção de empréstimos, que foi remanejada para dar lugar a um café, além de novo mobiliário. A empresa investiu R$ 2,1 milhões nesta primeira fase das obras.

Richa destacou que Biblioteca Pública é um dos principais ícones culturais do Paraná e do Brasil. “Nos seus 160 anos de história, temos agora um novo ambiente, melhor para os estudos, pesquisas e a convivência das pessoas. Entregamos a primeira etapa das obras de restauração, e a segunda começará logo em seguida”, afirmou. “Educação e cultura são instrumentos transformadores da nossa sociedade, com o papel de formar melhores cidadãos e pessoas mais preparadas para a vida. O conhecimento é maior patrimônio das pessoas”, disse.

Richa também destacou a forte parceria com a Renault, que financiou a reforma da biblioteca. “A Renault é uma grande parceira do nosso governo, uma empresa que acredita e investe no Estado e gera milhares de empregos aos paranaenses”, lembrou o governador. “Além desses investimentos, a Renault também participa da vida do Paraná e apoia o governo no fortalecimento da cultura de nosso Estado”, destacou.

A cerimônia desta quinta-feira contou com uma apresentação do Coral Infanto Juvenil da Biblioteca Pública do Paraná.

História
Criada em 1857, a Biblioteca Pública foi transferida para sua atual sede – construída no governo de Bento Munhoz da Rocha – em 1954, nas comemorações do centenário de emancipação do Estado. É um dos maiores estabelecimentos do gênero do país, reunindo acervo de aproximadamente 700 mil livros, periódicos, fotografias e materiais de multimídia, entre outros. Fundada em 1857, a biblioteca atende, em média, 2,5 mil usuários por dia e empresta, diariamente, cerca de 1,3 mil de livros.

Desde 2011, a Biblioteca Pública passa por um processo de reestruturação para melhorar suas instalações, aperfeiçoar o atendimento e garantir mais conforto aos leitores. A ideia é transformá-la num ambiente de arte e convivência, que vai além do simples empréstimo do livro ou espaço de leitura, abrindo espaço para o teatro, a dança e oficinas culturais.

“Com as obras de modernização, temos uma biblioteca ainda mais preparada para receber a população paranaense e continuar seu trabalho de excelência no atendimento ao público”, afirma o secretário de Estado da Cultura, João Luiz Fiani.

O diretor da Biblioteca, Rogério Pereira, destaca a multiplicidade do espaço nesta nova fase. “O papel das bibliotecas modernas é ir além do empréstimo de livros. Hoje também trabalhamos com teatro, dança, contação de histórias e oficinas”, disse. “O processo de reforma, além de proporcionar um espaço ainda mais agradável, vai possibilitar a criação de vários novos projetos culturais”, explicou.

Apoio
Além de financiar a reforma da biblioteca, a Renault já havia patrocinado as obras de restauro do Teatro Guaíra, que custaram R$ 4,3 milhões. “Podemos afirmar que a Renault é uma montadora paranaense, porque estamos no Estado desde 1999. Além de fabricar veículos, temos uma política forte de responsabilidade social, operacionalizada pelo Instituto Renault”, afirmou o vice-presidente da montadora, Allan Tissier.

“Temos importantes projetos com a cultura, como este com a Biblioteca Pública, um espaço impressionante que existe desde 1857, desde a época em que Curitiba tinha cerca de cinco mil ou seis mil habitantes”, disse Tissier.

Presenças
Participaram da solenidade o secretário de Estado da Segurança Pública e Administração Penitenciária, Wagner Mesquita; o assessor especial da Juventude, Edson Lau Filho; a secretária municipal de Educação, Maria Sílvia Bacila; e a ex-primeira dama de Curitiba, Liamir Hauer.

Fonte: AEN/BPP

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.