Museu da Imagem e do Som do Paraná recebe Bruna Alcantara com a mostra “Cartas para o futuro” 18/06/2024 - 18:17

Na sexta-feira, 28 de junho, às 19h, o Museu da Imagem e do Som do Paraná inaugura a exposição “Cartas para o futuro”, mostra individual da artista visual e jornalista Bruna Alcantara com curadoria da produtora cultural Michele Michelletto. A exposição apresenta 46 obras inéditas de Bruna, criadas a partir de fotos antigas de mulheres, digitalizadas do acervo fotográfico do museu e selecionadas pela artista.

Utilizando fotos das coleções Guilherme Glück, Dario Velloso, Stelinha Egg, além de outras relíquias do antigo estúdio de fotografias Foto Brasil, Bruna transformou imagens do século passado com intervenções em bordado e colagem, dando nova vida e voz às figuras retratadas em obras que estabelecem um diálogo entre as mulheres do passado e do presente, refletindo as mensagens para o futuro.

“Meu trabalho é uma arte engajada e eu não consigo desvincular isso, porque muitas vezes ele é autobiográfico. Tudo vem das minhas próprias experiências”, afirma a artista, que também é jornalista. Em suas produções, Bruna aborda temáticas feministas, utilizando frases expressivas e o sarcasmo como recurso para comunicar, contestar e denunciar, diretamente ou em entrelinhas, questões sérias como os diversos tipos de violência, coerção e assédio às mulheres.

Em "Cartas para o futuro”, a artista também destaca a importância de recontar a história dessas mulheres sob uma nova perspectiva, considerando que as fotos originais foram tiradas por fotógrafos homens em épocas de maior repressão e silenciamento feminino. “Minha intenção foi fazer com que as mulheres dessas fotos consigam falar. Para mim, é como se elas estivessem falando o que não tiveram a chance de dizer, sobre coisas que elas sequer puderam fazer”, além de promover o empoderamento feminino com palavras inspiradoras, como “ Estude”, “Ame-se” e “Somos maioria”.

Com o bordado e as colagens, marca registrada de Bruna, a artista acrescenta cor e vida às fotos em preto e branco do acervo, criando uma narrativa visual que mistura seriedade e humor. “A cor também vem da tentativa de dar mais vida às imagens. Algumas obras têm uma pegada de “meme”, trazendo um toque humorístico, ao mesmo tempo estou falando de coisas sérias.”

Bruna também utiliza seu trabalho para conscientizar os homens sobre as questões da vida da mulher. “Sempre tento enviar mensagens para fazer os homens se conscientizarem também. Muitas das fotos mostram mulheres em situações que eram fantasiosas para a época, mas ainda têm um fundo do que é até hoje.”

a
Bruna Alcantara do lado da curadora Michele Micheletto -


FACES DA EXPOSIÇÃO — A mostra “Cartas para o futuro” ocupará dois espaços no museu. A partir da abertura, no dia 28 de junho, o espaço interno do MIS-PR em um "site specific" que compõe cômodos de uma casa do passado, aproveitando a arquitetura monumental e neoclássica do Palácio da Liberdade, sede histórica do museu. Com o apoio do Mercado das Pulgas - obtido por intermédio da Associação de Amigos do Museu da Imagem e do Som -, lustres, objetos decorativos e móveis que remontam a um lar antigo são integrados à mostra, em uma atmosfera de "casa de vó". As 46 artes emolduradas são exibidas como quadros, evocando memórias afetivas e resgatam a intimidade e a familiaridade de um lar.

Na área externa do MIS-PR, Bruna assina murais de lambe-lambe em tapumes de 46 metros, a serem instalados após a estreia, proporcionando um diálogo contínuo entre os espaços públicos e o museu. Os mesmos murais estarão disponíveis para visitação no estacionamento da Assembleia Legislativa do Paraná (Rua Deputado Mário de Barros, s/n), após a intervenção da artista marcada para os dias 24 e 25 de maio. 

SOBRE A ARTISTA — Natural de Jacarezinho, norte do Estado, após se graduar em Jornalismo em 2010, Bruna Alcantara iniciou sua trajetória profissional como artista visual explorando o arquivo fotográfico familiar, encontrando o meio ideal para abordar temas feministas.

Bruna une seu amor por contar histórias a diversas técnicas artísticas, como fotografia, bordado, colagem, objetos e instalações. Seus trabalhos visuais emergem da indignação, traumas e violências, e exploram a tensão entre o público e o privado.

A artista já participou de eventos nacionais e internacionais, como o LambesGoia de Goiânia e o Cheap Street Poster Art Festival de Bolonha. Suas obras foram exibidas em exposições individuais e coletivas em Curitiba, São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e em países como Portugal, Itália e Líbano.

ACERVO — Além de fotografias e negativos do acervo fotográfico, a salvaguarda do MIS-PR também é composta por acervos sonoro, filmográfico e tridimensional, documental e bibliográfico. Neles são encontrados por discos de vinil, depoimentos, documentações, livros, partituras, fitas de áudio, fitas cassete, filmes em 8, 16, e 35 mm, VHS e DVD, rádios, radiolas, toca-discos, moviolas, câmeras e projetores.

Com mais de três milhões de itens, os objetos do numeroso e rico acervo do museu que não são expostos para visitação, ficam guardados em reservas técnicas, locais importantes para garantir a segurança e organização das coleções.

SERVIÇO

Exposição “Cartas para o futuro”
Abertura: 28 de junho, 19h
Em cartaz até 22 de setembro de 2024
Museu da Imagem e do Som do Paraná
Rua Barão do Rio Branco, 395, Centro - Curitiba

Murais na Assembleia Legislativa do Paraná
Intervenção: 24 de 25 de junho
Visitação por tempo indeterminado
Rua Deputado Mário de Barros s/n

GALERIA DE IMAGENS