Patrimônio cultural: com apoio do Estado, Antonina tem evento de restauro e conservação 20/06/2024 - 11:57

O curso de especialização em Patrimônio Histórico e Restauro da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), em parceria com a École Nationale Supérieure D’Architecture de Paris-Belleville, lança a primeira edição do evento acadêmico "Ateliê Cruzado". Sob a mentoria do arquiteto francês Benjamin Mouton, reconhecido internacionalmente por sua atuação na reconstrução da Catedral de Notre Dame, na França, a turma de 2024 da pós-graduação terá a oportunidade de aplicar seus conhecimentos em projetos práticos de conservação, que este ano acontece na cidade de Antonina, Litoral do Paraná.

A iniciativa conta com apoio da Secretaria de Estado da Cultura (Seec) e da Prefeitura de Antonina. O evento será em três etapas, começando com uma visita presencial do grupo a Antonina entre os dias 22 e 28 de junho. Durante esta semana, a turma, dividida em equipes, trabalhará sob a orientação de Mouton e uma equipe de professores das duas instituições parceiras, conhecendo contextos históricos e técnicos da cidade, como o trapiche, as construções antigas e os monumentos, com o foco em desenvolver propostas de restauro e criar soluções viáveis para a conservação do patrimônio da cidade.

Após essa visita inicial, de junho a novembro os alunos terão um período de desenvolvimento de seus estudos, ideias e insights para elaborar produtos científicos baseados em suas propostas. Após a produção acadêmica de três meses, esses produtos incluirão um catálogo bilíngue e uma exposição, que serão apresentados em Paris, Antonina e Curitiba, para revelar os resultados das pesquisas e do projeto prático.

A abordagem prática e colaborativa traz uma perspectiva essencial para a formação de profissionais capacitados na conservação do patrimônio cultural. A secretária da Cultura, Luciana Casagrande Pereira, destacou a importância dessa formação: "Essa jornada acadêmica imersa no local é uma ideia fantástica que certamente trará bons frutos. Cada prédio e cada construção da rica e histórica cidade de Antonina conta uma história que é preciso preservar. Pensar no patrimônio histórico das nossas cidades é cuidar e resgatar memórias, histórias e a cultura do Paraná”, afirma.

Buscando fortalecer os laços culturais e acadêmicos entre diferentes países, a professora Giceli Portela, responsável pela pós-graduação na UTFPR, destaca a importância da presença de Montou nesse intercâmbio: “Desde quando o conheci em meu pós-doutorado, fiquei muito impressionada ao ver um método de trabalho e ensino do patrimônio em que se deslocavam alunos para outros países a fim de abordar problemas peculiares, mas com um método universal de aplicabilidade dos conceitos de restauro”, diz ela.

GALERIA DE IMAGENS